A alimentação, a saúde e a doença - Doutor das Crianças - Guia Médico

9 Novembro 2016
Categoria:
Alimentação
Comentários:  0
A alimentação a saúde e a doença - A alimentação, a saúde e a doença




EXPLICAR ÀS CRIANÇAS O NASCIMENTO,é normal o umbigo de bebe cheirar dois dias depois d nascimento,rastreio doenças metabólicas dias.




O ambiente é importante no que respeita ao aparecimento ou prevenção de muitas doenças e a alimentação é um condicionante decisivo. Muitas das doenças frequentes nos países  economicamente desenvolvidos são causadas por mudanças no tipo de vida e sobretudo, por mudanças na alimentação.

Problemas como a obstipação, os cálculos renais, a obesidade, a hipertensão e as doenças  coronárias, entre outras, estão diretamente relacionadas com os hábitos alimentares e são doenças específicas de países do mundo desenvolvido, praticamente inexistentes nas zonas rurais de países não industrializados.

Uma alimentação equilibrada previne o padecimento de muitas destas doenças, enquanto o contrário comporta um alto risco no aparecimento de grande número de problemas de saúde.

As mudanças na alimentação foram acontecendo de forma progressiva ao longo da história do homem e, hoje, existem diferenças geográficas importantes relacionadas com o ambiente, rural ou urbano, e com o grau de desenvolvimento da zona.

Se compararmos a dieta alimentar de um país não desenvolvido com a dos nossos antepassados da Idade da Pedra, vemos que não existem grandes diferenças. No entanto, se compararmos ambas com a do homem atual de uma zona urbana de um país desenvolvido, as diferenças são enormes.

No passado, os alimentos não eram refinados e tinham um valor energético baixo, sendo necessário ingerir entre 2 a 3 kg de alimentos para consumir 3000 calorias. Ser obeso era realmente difícil!

Em medicina, o ideal é prevenir para não ler que curar. No que respeita à alimentação, existem boas possibilidades de prevenção se a criança for educada desde pequena a ter hábitos alimentares equilibrados. A alimentação infantil merece uma atenção especial, já que para existir um crescimento correto a dieta deve ser equilibrada, suficiente e adequada.

Os hábitos alimentares corretos devem ser incutidos na criança desde os primeiros anos, mas evitando normas demasiado rígidas, que longe de a ajudarem podem ser prejudiciais.

Compartilhar:
follow subscribe - A alimentação, a saúde e a doença