A febre, as medidas físicas, a aspirina, o paracetamol e outros antipiréticos - Doutor das Crianças - Guia Médico

28 Fevereiro 2017
Categoria:
Doença aguda
Comentários:  0
A febre - A febre, as medidas físicas, a aspirina, o paracetamol e outros antipiréticos




pediatra carlos simões quinta do conde,dr maurilio - pediatra em beja contacto,legendas para fotos de criança,DENTIÇÃO DAS CRIANÇAS,legenda para foto de bebe sorrindo,legenda para foto de criança sorrindo,legenda para foto de filha sorrindo,salario pediatra portugal,legenda para fotos de crianca sorrindo,Sonhar com varias cobra morta e seca.




A suspeita de que a criança está com febre deve ser comprovada através do termómetro. E importante que este seja usado corretamente. Nas crianças pequenas deve ser colocado no reto, e não deve manter-se mais de dois ou três minutos. Nas mais crescidas, pode ser colocado debaixo do braço (axilas). É conveniente ter um termómetro em casa e os de leitura digital são mais práticos. Considera-se normal uma temperatura de 37° C na axila e de 37,5 °C no reto.

Em caso de febre deverá consultar o pediatra, que examinará a criança para localizar a origem do problema. Se não puder fazê-lo de imediato convém tomar medidas para fazer descer a temperatura. A criança, sobretudo se tem menos de dois anos, não deve ficar com febre alta, superior a 38° C.

Para a fazer descer, comece por lhe dar um banho de água morna, deixando-a ficar uns dez ou quinze minutos para eliminar o calor progressivamente ou embrulhe-a numa toalha ou lençol molhado em água tépida, que se mudará cada cinco ou dez minutos, quando a temperatura do corpo subir. Qualquer destes métodos deve ser aplicado sem traumatizar a criança, tentando que a diferença de temperatura não seja excessiva para que a descida se faça de forma lenta e progressiva.

Juntamente com as medidas físicas, deve administrar-se uma medicamentação que ajude a descer a febre. As composições que mais se utilizam são a aspirina (ácido acetil-salicílico), o paracetamol e o ibuprofen. Estes produtos comerciais existem sob a forma de xarope e comprimidos pediátricos; o paracetamol apresenta-se também sob a forma de supositórios. Na posologia vem indicada a dose correta, de acordo com a idade e o peso da criança. Convém perguntar ao pediatra que tipo de medicamentação aconselha em caso de febre e ter uma embalagem cm casa. já que a maioria das crianças passa por um processo febril, com alguma frequência, durante os primeiros anos.

Já referi que existe uma tendência popular para agasalhar a criança que tem febre: é um erro. Deve ficar com pouca roupa, num ambiente climatizado para favorecer a descida da temperatura. E conveniente que o calor do corpo passe através da pele, por esta estar em contato com uma coisa fria.O banho diário é um hábito recomendável que deve ser mantido durante a maior parte das doenças, mesmo que a criança tenha febre.

Compartilhar:
follow subscribe - A febre, as medidas físicas, a aspirina, o paracetamol e outros antipiréticos