Alimentação. Necessidades reais. A criança que não come - Doutor das Crianças - Guia Médico

15 Abril 2018
Comentários:  0
Alimentação. Necessidades reais. A criança que não come - Alimentação. Necessidades reais. A criança que não come




é normal o umbigo de bebe cheirar dois dias depois d nascimento,rastreio doenças metabólicas dias.




Por volta dos dois anos, apesar de necessitar de ajuda, a criança já pode perfeitamente sentar-se à mesa com os familiares. Torna-se recomendável que faça quatro refeições por dia: pequeno-almoço, almoço, lanche e jantar. A sua alimentação é variada e com- pleta e pode comer a maior parte dos pratos dos adultos, exceto os que são muito condimentados ou complicados.

É normal que mostre claras preferências de gosto e repúdio, que devem ser tomadas em conta, sem a deixar cair em caprichos. A mãe considera importante que ela coma determinados alimentos necessários na sua ótica para um correto desenvolvimento e sente-se frustrada e preocupada quando não o consegue. A criança apercebe-se rapidamente que as refeições são ótimos momentos para chamar a atenção da mãe sobre ela e tende a explorar este achado. Por isso, é importante saber que há uma ampla margem de possibilidades para que ela coma o que necessita sem ser forçada. Por exemplo, quase todas as crianças detestam verduras e comem facilmente massas.

Acontece que a maioria das mães tenta desesperadamente, em geral com pouco êxito, mudar estes hábitos. E certo que as verduras são um alimento importante, sobretudo quando há tendência para a prisão de ventre. No entanto, embora sejam ricas em fibras, o seu valor nutritivo pode ser perfeitamente substituído por outros alimentos mais apetecíveis para a criança. Quando a criança de facto não come, a sua curva de crescimento é deficiente, por isso, a primeira medida a tomar quando se suspeita que não está a alimentar-se suficientemente consiste em controlar regularmente a curva de peso e estatura.

Compartilhar:
follow subscribe - Alimentação. Necessidades reais. A criança que não come