Ciúmes - Doutor das Crianças - Guia Médico

25 Dezembro 2017
Comentários:  0
Ciúmes - Ciúmes




spokenw6x,belowwhp,truckfgn.




Os ciúmes são uma reação normal que todas as crianças sentem ou podem sentir numa fase da sua vida. A sua origem está no medo de perder algo. A criança teme perder o amor dos seus pais e pensa que pode ser abandonada. Este sentimento surge perante qualquer circunstância que provoque insegurança, por exemplo, quando é sobre protegida ou excessivamente controlada e também quando vive no meio de querelas domésticas dos pais, ou quando, sem refletir, estes a ameaçam para tentar que ela obedeça.

A chegada de um novo irmão é um dos fatores que mais frequentemente desencadeia o seu aparecimento, daí que seja fundamental que a criança seja bem informada antes do nascimento do irmão e depois que aprenda a gostar do bebé; os ciúmes deixarão, então, de ser um problema.

A comparação feita pelos pais ou familiares entre os irmãos pode fazer com que algum deles se sinta enciumado ou infeliz; assistir a manifestações de carinho entre os pais pode também provocar ciúmes mais ou menos evidentes. Sempre que possível, os adultos devem manter-se à margem das zangas entre irmãos. Na maior parte das vezes, as crianças são perfeitamente capazes de resolver sozinhas as suas disputas. Se os pais intervêm, é quase inevitável encontrarem um culpado e este sentir-se-á infeliz. As manifestações de ciúmes na maior parte das vezes são muito evidentes para os pais, o que facilita a correção do problema. No entanto, há momentos em que a criança reage com agressividade, é desobediente, negativa e destrutiva sem que haja uma relação clara entre as suas atitudes e a causa que as desencadeia.

Quando a criança tem uma atitude introvertida, pode ser necessário consultar o pediatra para encontrar uma solução que lhe permita manifestar os seus sentimentos e evite a acumulação de angústia. É frequente a criança não ser capaz de expressar os seus sentimentos com palavras mas os seus sentimentos existem e traduzem-se por alterações de comportamento. Os ciúmes podem tomar-se num problema crónico e sério que deve ser discutido com o pediatra.

Se os ciúmes não se corrigem, podem afetar o carácter da criança, tornando-a agressiva e egoísta e provocando-lhe um complexo de inferioridade que pode persistir na sua vida adulta. Devem evitar-se circunstâncias que conduzam à insegurança, tais como atitudes de ira, irritabilidade e discussões constantes à sua volta e, muito especialmente, como já foi referido, situações de favoritismo e de comparação com os irmãos.

É importante que os pais não se sintam culpados com o aparecimento dos ciúmes na criança e os aceitem como uma reação normal que precisa de ser controlada com bom senso, paciência, carinho e compreensão. O melhor antídoto para prevenir os ciúmes é manter uma atitude compreensiva e carinhosa, que transmita segurança, acompanhada por uma disciplina sensata e equilibrada. Em suma, aquilo de que uma criança precisa para se sentir segura é saber que os seus pais a amam por si própria, sem nenhum tipo de comparações seja com os seus irmãos seja com outras crianças.

Compartilhar:
follow subscribe - Ciúmes