Rastreio de doenças metabólicas

13 Junho 2016
Comentários:  0
Teste do pezinho




Em Portugal faz-se o rastreio de doenças metabólicas e do hipotiroidismo congénito (“teste do pezinho” ) entre o 4° e o 7o dia de vida.

Durante a estada na maternidade, é recolhida uma amostra de sangue do bebé para despistar uma possível alteração da tiróide. Antes de ter alta, deve pedir os impressos para fazer o rastreio de doenças metabólicas que se realiza entre os cinco e os dez dias de vida, impregnando um papel especial com uma gotas de sangue que se extraem puncionando o calcanhar do bebé com uma pequena lanceta. Trata-se de um procedimento simples e sem riscos, mas é aconselhável que o teste seja feito por uma enfermeira ou um familiar com experiência.

São análises de rotina feitas a todos os recém-nascidos. Os resultados são comunicados aos pais e, quando são positivos, avisa-se de imediato um especialista para que se encarregue do problema do bebé sem demora.